Criar personalizado comandos no LINUX

Como criarcomandos personalizados ou renomear aqueles que já existem?

Sem dúvida, é uma pergunta que muitos de nós nos perguntamos pelo menos uma vez, se é para lembrar facilmente uma instrução de comando que queremos dar, tornar um comando mais engraçado ou economizar tempo ao escrevê-lo. Aprenderemos como fazê-lo, de maneira fácil e simples graças a um pedido disponível em vários interpretadores de comandos, seu nome é "aliases" (em todo GNU / Linux) e de outra forma bem mais simples (para quem possui o terminal Deepin) .

 

1º método
Para fazer isso precisamos abrir nosso terminal, você pode procurá-lo no lançador Deepin ou com o atalho de teclado "Control + Alt + T", uma vez que o terminal está aberto, podemos começar a criar apelidos ou apelidos para comandos específicos ou instruções completas.

Um comando específico seriasudo e uma instrução completa seria sudo apt updateEm ambos os casos, é possível criar um alias, com diferenças mínimas.

Para o primeiro, poderíamos pensar em algo que nos faça lembrar mais facilmente o comando "sudo", que é usado para executar um comando com privilégios elevados ou "root" ou administrador, para que possamos colocar um apelido para este comando. Exemplos:

Exemplo 1: alias administrador=sudo Para lembrar mais fácil.
Segundo exemplo: alias s=sudo Para escrever mais rápido.
3º exemplo: alias sudar=sudo Para brincar, você pode inventar o comando que quiser

Agora, suponha que abramos o gerenciador de pacotes Synaptic ou qualquer outra coisa com privilégios elevados ou que precise de "sudo" no terminal, poderíamos usar nosso novo comando "sudar"

No entanto, quando não é um único comando, mas uma instrução completa, comosudo nano /etc/apt/sources.list(É aqui que os endereços do repositório são armazenados), então, você deve usar aspas simples «'» ou as aspas inglesas «» »e envolver todo o comando entre dois deles. Exemplos:

Exemplo 1: alias repositorios='nano /etc/apt/sources.list'
Segundo exemplo: alias actualizar='sudo apt update'
3º Exemplo alias mejorar="sudo apt full-upgrade"
4º Exemplo: alias instalar='sudo apt install'

Portanto, ao usar qualquer um dos nossos novos comandos no terminal, algo como isto aconteceria:

Como você pode ver, é muito fácil e simples, você manterá os comandos originais mas também terá estes que tornarão o uso do terminal algo mais divertido e menos assustador, caso você queira deletar um apelido ou apelido, usaríamos o comando unaliasseguido pelo nome. Exemplos:

Exemplo 1: unalias instalar
Segundo exemplo: unalias actualizar

Observe então que, ao escrever a instruçãoinstalar vlcsairia "pedido não encontrado"

Para ver a lista de apelidos que você inventou você só pode usar o comandopseudônimo.

 

Segundo método
Tudo isso foi para fins educacionais porque se você se sentir preguiçoso, você pode simplesmente criar um comando personalizado clicando com o botão direito no menu do terminal Deepin e clicando na opção que diz "Comandos personalizados"

Portanto, para usá-lo, você teria que abrir o terminal e pressioná-lo toda vez que for usá-lo, ao invés de digitar algum comando no terminal por conta própria.

O uso de apelidos nos permitirá nos adaptar ao terminal, administrá-lo um pouco melhor e mais rápido.

5 2 votos
Classifique o artigo
 
Inscreva-se
relatório do
11 Reacciones
Mais popular
Mais recentes Mais velho
Opinião do artigo
Ver todos os comentários
mlopez
mlopez (@mlopez)
Autor
3 años atrás

Para adicionar persistentemente os aliases e poder usá-los quando a máquina for reiniciada podemos fazer o seguinte: abrir um terminal e editar o bashrc com o seguinte comando (eu uso o nano mas você pode usar o vim ou seu editor favorito

nano ~ / .bashrc

e adicione no final do arquivo

#start my aliases update = »sudo apt update» # end my aliases

então fazemos um

fonte ~ / .bashrc

e já temos nossos aliases personalizados permanentemente salu2

sarch
sarch (@sarch)
Miembro
Respondiendo a  mlopez
1 año atrás

Eu uso um .bash_aliases, sempre os tenho disponíveis e permanentes, além de que posso colocar algumas funções, acho que é mais simples

Fernando Zamora
Fernando Zamora (@zamora322)
Miembro
2 años atrás

Muito útil, obrigado.

Silvia
Silvia (@momentosinolvidables)
Miembro
2 años atrás

ótimo jhalo! Obrigado!

Lain Iwakura
Lain Iwakura (@hurondefuego)
Miembro
1 año atrás

Como posso fazer o pseudônimo com o comando cd?

DeepinScreenshot dde desktop 20200305203148

Eu tenho um alias que é, por exemplo:

aliases Filmes = '/ home / user / Movies'

Mas quando eu uso o comando

cd Filmes

Parece-me que o arquivo ou diretório não existe.

Car
Car (@car)
Autor
1 año atrás

Lain Iwakura E por que filmes deveriam ser iguais a filmes? exceto em suas fantasias xd

 

Lain Iwakura
Lain Iwakura (@hurondefuego)
Miembro
Respondiendo a  Car
1 año atrás

Carro

É apenas um exemplo.

O que acontece é que em outro computador eu tenho um servidor de streaming criado com Streama. Es una laptop sin pantalla (porque se me rompió hace mucho tiempo), entonces la uso con ese fin. La única forma que tengo para controlarla es por medio de SSH. Entonces cuando requiero hacer alguna modificación de un archivo tengo que poner el directorio completo, hasta que vi este artículo que me alegró la existencia.

Creé el pseudônimo como se indica: [Nombre de alias]='[directorio]’

Funciona bien con el comando cp pero con cdls no funciona, me aparece que el directorio no existe.

 

Car
Car (@car)
Autor
1 año atrás

Lain Iwakura Bueno eso ya es otro tema, tu problema son las rutas externas, Ya que estas en telegram porque no lo charlamos allí es mas practico  

Lain Iwakura
Lain Iwakura (@hurondefuego)
Miembro
Respondiendo a  Car
1 año atrás

Carro

Disculpa que no haya seguido la conversación cuando me respondiste, pero en mi zona horaria ya era muy tarde.

Te agradezco el apoyo.

 

Isaías Gätjens M
Isaías Gätjens M (@igatjens)
Admin
1 año atrás

Lain Iwakura

Hola, un detalle es que no debe confundir alias con variables del sistema, alias es para crear alias de comandos, no de ubicaciones de carpetas, solo comandos. Claro, el comando puede incluir una ubicación de carpeta o archivo, pero el alias tiene que tener un comando.

Mi recomendación es usar enlaces simbólicos, teniendo en cuenta que el comando cd sin parámetros siempre me lleva a la carpeta de usuario, /home/hurondefuego (que es guardado en la variable del sistema ~ ) en su caso, puede crear un enlace simbólico en su carpeta de usuario.

cd ~
ln -s /home/hurondefuego/strema/media/movies stremamovies

Esto creará el enlace simbólico en su carpeta de usuario.

Luego para ejecuta

cd streamamovies

Y eso lo llevará a /home/hurondefuego/strema/media/movies.

 

Otra forma si quiere hacerlo con alias sí o sí es usar

alias stremamovies='cd /home/hurondefuego/strema/media/movies'

Entonces sin importar qué carpeta esté, cuando ejecute stremamovies eso lo llevará a /home/hurondefuego/strema/media/movies.

Pero no soy muy partidario de este tipo de soluciones con alias, me gusta ver exactamente lo que se ejecuta para evitar errores.

 

Saludos.

 

Lain Iwakura
Lain Iwakura (@hurondefuego)
Miembro
Respondiendo a  Isaías Gätjens M
1 año atrás

 Isaías Gätjens M

Muchísimas gracias.

 

11
0
Gostaríamos de saber o que você pensa, participe da discussão.x